Efemérides

Dia mundial do livro infantil

Publicado em

 2 de Abril  – dia do mundo o nascimento de Hans Christian Andersen.  A partir de 1967, este dia passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros para a infância.

Cartaz de incentivo, noutro ano letivo, na BE da EBSMASQ, a partir de frases de Steve Jobbs,

E, como não temos dúvidas sobre:

1- a importância da leituras;

2- o impacto de uma imagem,

seguem-se mais dois cartazes das BE da EB de SMASQ e da EB de Sapataria.

 

Anúncios

“Como, porque gosto”

Publicado em

Atividade de colaboração entre as bibliotecas escolares das EB de Sapataria e da EB de Sobral, a nutricionista Patrícia Soares, os professores titulares de turma e o envolvimento da Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Sapataria, para benefício dos alunos de 1º Ciclo.

                         
Reforçando conteúdos de Estudo do Meio, através do diálogo, da partilha das ideias dos alunos, do saber da profissional de nutrição, com a “prova às cegas” e a confeção de pratos atrativos e saudáveis, vivemos momentos agradáveis que esperamos tenham impacto.

                                                            A atividade prolonga-se com as lancheiras diárias.

Dentro de alguns meses, teremos notícias.

 

 

 

A Biblioteca Escolar dá um presente

Publicado em

Uma história para ler, escutar, explorar, entender o essencial.

“Uma prenda de Natal”, de Christina Butler, ilustrada por Tina Macnaughton – uma história tão linda quanto rica de significado natalício, do verdadeiro Natal, o do Menino que nasceu  num mundo real de problemas e dificuldades e não com muitas luzes e brilhos, muitas prendas  e sorrisos de um ou dois dias.

Uma boa leitura em família, nas férias dos pequenos.

A BE da EB de Sobral tem o livro, para ser requisitado.

Deixo aqui informação para acesso fácil à leitura digital: https://pt.slideshare.net/Acilu/uma-prenda-de-natal-7003434

Aproveite-se.

 

 

“A BE convida…”

Publicado em

Outubro – mês internacional das bibliotecas escolares – MIBE

Uma das atividades, na BE da EB de Sapataria, ocorreu porque a Sala B, do pré-escolar aderiu ao convite da biblioteca escolar. A lengalenga “A casa que fez o João” foi o mote para mais um contributo da participação da escola no crescimento dos futuros homens e mulheres.

As fotos selecionadas falam por si próprias.

O livro é o ponto de partida para o que importa: dar e receber.
As caretas fazem parte da comunicação. Ah, pois!
… pois… e…
Ricas expressões!
Sim… continua…

Obrigada. Votos de boas leituras e boas partilhadas.

Celebrar a Liberdade

Publicado em Atualizado em

Resultado de imagem para cravos 25 de abril

   Quarenta e três anos depois, cumpre-nos, aos que dele se viram privados e, talvez por isso, mais valor lhe sabem atribuir, como bem adquirido, e aos que dele têm usufruído como bem garantido, continuar a zelar por um valor tão fundamental a todos, a liberdade.

   Acedendo ao convite dirigido pela Assembleia Municipal aos alunos do nosso Agrupamento de Escolas, alguns membros do CLIC (Joana Reis, Mariana Costa, Filipa Bogalho, Matilde Lourenço e Rodrigo Santos) estiveram presentes nesta sessão evocativa, dizendo alguns poemas de José Jorge Letria e Manuel Alegre alusivos ao tema e à efeméride. Participaram também nesta sessão, como convidados, alguns elementos do Clube Sénior Sobral Ativo e alunos da Escola de Música da Sapataria.

Abril de Abril

Era um Abril de amigo Abril de trigo
Abril de trevo e trégua e vinho e húmus
Abril de novos ritmos novos rumos.

Era um Abril comigo Abril contigo
ainda só ardor e sem ardil
Abril sem adjectivo Abril de Abril.

Era um Abril na praça Abril de massas
era um Abril na rua Abril a rodos
Abril de sol que nasce para todos.

Abril de vinho e sonho em nossas taças
era um Abril de clava Abril em acto
em mil novecentos e setenta e quatro.

Era um Abril viril Abril tão bravo
Abril de boca a abrir-se Abril palavra
esse Abril em que Abril se libertava.

Era um Abril de clava Abril de cravo
Abril de mão na mão e sem fantasmas
esse Abril em que Abril floriu nas armas.

Manuel Alegre

25 de Abril

Abril de Sim Abril de Não

Eu vi Abril por fora e Abril por dentro
vi o Abril que foi e Abril de agora
eu vi Abril em festa e Abril lamento
Abril como quem ri como quem chora.

Eu vi chorar Abril e Abril partir
vi o Abril de sim e Abril de não
Abril que já não é Abril por vir
e como tudo o mais contradição.

Vi o Abril que ganha e Abril que perde
Abril que foi Abril e o que não foi
eu vi Abril de ser e de não ser.

Abril de Abril vestido (Abril tão verde)
Abril de Abril despido (Abril que dói)
Abril já feito. E ainda por fazer.

Manuel Alegre

Dia Mundial do Livro

Publicado em Atualizado em

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

   O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor celebra-se hoje, em todo o mundo. Em Portugal, a efeméride associa-se aos 150 anos da abolição da pena de morte, por proposta da Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB).

   Para assinalar este dia, desafiamos um grupo de ex-alunos deste Agrupamento (de diferentes gerações e com diversos percursos formativos e profissionais)  a darem testemunho da sua relação com os livros ao longo do seu percurso de vida. Eles estão chegando, por isso não poderão ser disponibilizados ainda hoje, mas muito em breve (próxima semana)… São  atualmente, felizmente, pessoas muito ocupadas, daí nem todas terem tido oportunidade de poder corresponder (apesar da boa vontade manifestada), ou de fazê-lo até à presente data. Aguardem! Vai valer a pena e contribuirá, esperamos, para inspirar quem lhes quiser seguir os passos no caminho do conhecimento.

   Entretanto, leiam, leiam muito, sempre…

desde cedo, porque…

Tempo de Poesia

Publicado em Atualizado em

Viagem pela Lusofonia

Na noite do dia 24, o nosso Agrupamento e o Clube Sénior Sobral Ativo quiseram, mais uma vez, homenagear a língua portuguesa, na expressão de tantos poetas que através de várias vozes se nos apresentaram. Desta feita, com diversos timbres, tons, cheiros e sons, de várias latitudes e longitudes (isso mesmo, no espaço e no tempo). Convidamos vários amigos que acederam ao desafio lançado e, juntos, recordamos momentos importantes, para o nosso país e para os países lusófonos com quem mantemos um laço indelével.

  

Se numa palavra quiséssemos descrever este serão, talvez  UNIÂO fosse a que melhor lhe assentasse. União de gerações, de antigos e atuais alunos do nosso Agrupamento, de professores, de forças vivas da terra, de manifestações artísticas diversas, de familiares, amigos e colegas. De gente de boa vontade, que gratuita e generosamente ofereceu o seu tempo, conhecimentos  e aptidões, com prazer, procurando assinalar o Dia da Poesia e proporcionar um serão diferente a quem se nos quis juntar.

Bem haja a todos os que nos acompanharam! E viva a Poesia!!!