MEMOSHOÁ

Publicado em

Em memória do Holocausto

     O grupo de História, em articulação com a biblioteca, convidou a Associação Memoshoá para se fazer representar na nossa escola, no âmbito de algumas iniciativas promovidas na última semana de janeiro, a propósito do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto (27 de janeiro). Tendo sido impossível a presença de algum dos seus elementos na dita semana, ficou agendado um encontro, que decorreu hoje no espaço da BE para turmas do ensino secundário.

DSC01949

  Trata-se de uma Associação que tem como objetivo o desenvolvimento do trabalho de educação e memória do Holocausto, com especial incidência no meio escolar.

    Criada no seguimento do primeiro seminário para professores portugueses sobre o ensino do Holocausto organizado em Agosto de 2008 pela Escola Internacional do Yad Vashem – Jerusalém, a MEMOSHOÁ reúne professores que participaram nesse curso e que decidiram organizar-se para aplicar e desenvolver nas escolas os ensinamentos que adquiriram.

DSC01947

 “É necessário lembrar Auschwitz para educar contra Auschwitz. Educar contra Auschwitz símbolo máximo do Holocausto significa, em primeiro lugar, estudar e conhecer o que foi o genocídio nazi. Não há conhecimento através de slogans ou proclamações por mais bem-intencionadas que sejam. Por outro lado, num mundo pós-Holocausto e apesar da criação das Nações Unidas e da aprovação da Declaração Universal dos Direitos Humanos, os massacres e genocídios continuam. Assim, é nosso objetivo estudar o genocídio nazi naquilo que ele tem de único, mas também procurar estabelecer análises comparativas de forma a conseguir reconhecer nas tragédias atuais algo da terrível continuidade que levou um regime a arrogar-se o direito de ditar o extermínio de todo um povo. Dito de outra maneira, é nosso objetivo abordar o tema do Holocausto numa perspetiva universalista e não somente judaica.”

Anúncios

O AMOR ANDOU NO AR…

Publicado em

Antecipando o S. Valentim ♥

 Hoje, definitivamente, o Amor andou pela nossa escola e manifestou-se de várias formas: exposições, mensagens, correspondência entregue aos destinatários, bancas de artigos … Antecipando a data, que se comemora no próximo domingo.

     DSC01937 DSC01938

   Mensagens e poemas

As atividades foram promovidas pela Biblioteca, pelos grupos disciplinares de Francês e Inglês e contou ainda com a colaboração dos alunos do curso profissional de Técnico de Comércio (disciplina de Comercializar e Vender) e da Associação de Estudantes.

    DSC01941  IMG_4897

Bancas com vários artigos

   Uma agitação saudável e um colorido agradável.

        DSC01943     DSC01942

Trabalhos expostos

     Um agradecimento também à loja ‘Novo Século’ que colaborou nesta iniciativa.

Novidades Literárias na nossa biblioteca

Publicado em Atualizado em

Já disponíveis para requisição. Leia as sinopses…

HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS

Publicado em

BENEFÍCIOS DE UMA ALIMENTAÇÃO CRUDÍVORA

    A Biblioteca Escolar e os Serviços Especializados de Educação Especial promoveram, no passado dia 5 de fevereiro, na BE, uma ação de sensibilização sobre “Benefícios de uma alimentação crudívora”, apresentada pela Dra. Isabel Costa, naturopata e nutricionista. Esta atividade decorreu na sequência do primeiro encontro realizado no passado ano letivo sobre a Saúde da Mente e do Corpo no Seu Prato, tendo ainda dado lugar à apresentação do 2º livro da preletora, “Era uma vez um Hambúrguer” (que passou a integrar a coleção da biblioteca).

hamb

     Esta iniciativa, destinada à comunidade escolar, teve como objetivos sensibilizar para a importância das boas práticas alimentares e dar a conhecer os benefícios de uma alimentação essencialmente crudívora, visando contribuir para um estilo de vida saudável, aprendendo as combinações alimentares e suas propriedades e respetiva correlação com as nossas emoções e com a nossa saúde física e mental.

DSC01927.JPG

     De salientar, a importância atribuída a cada indivíduo, que deve procurar o seu próprio equilíbrio, pois não há uma dieta única e comum, assim como há modos/práticas de vida e formas de pensar muito distintas. Importante é procurar refletir sobre o que é prioritário para nós e, para isso, é necessário pararmos e darmos a nós e a quem nos acompanha tempo e atenção, sobretudo neste período vertiginoso e voraz em que vivemos. Curioso, no sentido da definição das nossas prioridades, o desafio de pensarmos no que faríamos na eventualidade de sabermos que tínhamos apenas 24 horas de vida.

DSC01929.JPG

  Para além da informação veiculada, das dúvidas partilhadas e das sugestões/conselhos transmitidos, não posso deixar de destacar outro momento muito agradável desta ação que decorreu a um final de tarde, coincidente com o final de uma semana de trabalho intenso: o momento de relaxamento/descontração ao som das taças tibetanas. Um agradecimento especial à Dra. Isabel, que mais uma vez dispôs do seu tempo e boa vontade para nos propiciar esta sessão. Bem haja!

DSC01930.JPG

    A enquadrar a sessão, seleção e exposição de alguns exemplares da nossa coleção (Biblioteca Escolar) relacionados com a temática.

DSC01933.JPG

Dia da Não Violência – 30 de janeiro

Publicado em Atualizado em

Dia da não violência escolar e educação para a paz

     No passado dia 29 de janeiro, decorreram, na nossa biblioteca, algumas sessões para as turmas do 5º ano de escolaridade, subordinadas ao tema da “não violência”, que se comemorou no dia 30 de janeiro, “Dia da não violência escolar e educação para a paz”.

DSC01892

     As mesmas foram dinamizadas pelo Cabo-chefe Silva, do programa Escola Segura, da GNR, e contaram com a presença da Dra. Patrícia Freitas e da Dra. Mariana Lourenço, por parte dos Serviços de Ação Social da Autarquia.

DSC01904

     Mais uma vez, procurou-se sensibilizar os nossos alunos para a importância das boas práticas no relacionamento com os seus semelhantes, prevenindo comportamentos que possam pôr em risco o bem-estar próprio e alheio.

           DSC01893 DSC01897

     No mesmo sentido, decorrerá proximamente na nossa escola (2 de março), neste mesmo espaço, uma sessão para pais/encarregados de educação subordinada à mesma temática, promovida pela Biblioteca Escolar e pelos Serviços de Psicologia e Orientação da nossa escola, que contará com a colaboração da Dra. Luísa Waldherr da APAV (Associação de Apoio à Vítima). Porque consideramos que nunca é demais falar nas problemáticas que nos preocupam a todos e porque cremos que, unindo esforços, poderemos reduzir, se não anular, comportamentos indesejáveis e nefastos a um convívio que se quer são.

DSC01911

PINTURA RUPESTRE – 5º ANOS

Publicado em

Artistas do 5º ano

As turmas do 5º ano, na disciplina de HGP, dedicaram-se à pintura e experimentaram pôr em prática o que os nossos antepassados distantes terão feito, em termos artísticos, no seu tempo.

Reproduzindo cenas do quotidiano de então (m suporte pedra), eis o resultado dos seus trabalhos, reunidos em exposição na Biblioteca escolar da EBS e nas “Vitrinas do Saber”. A visitar!

DSC01888

DSC01889

DSC01887
DSC01891

Parabéns!!!

A MEMÓRIA DO HOLOCAUSTO – 27 DE JANEIRO

Publicado em

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

     …porque não se pode deixar cair no esquecimento. Por todas as razões e mais alguma!

DSC01890

     O Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto celebra-se anualmente a 27 janeiro.

     Este é um dia de lembrança em nome dos milhões de vítimas provocadas pelo genocídio da Alemanha nazi sobre os judeus, ciganos, homossexuais, entre outros, ocorrido durante a II Guerra Mundial.

     A data de 27 de janeiro foi escolhida para a celebração deste dia por possuir um significado especial: foi a 27 de janeiro de 1945 que teve lugar a libertação do principal campo de concentração nazi (Auschwitz) pelas tropas da União Soviética.

     O dia mundial da memória do Holocausto foi criado por ação da Assembleia Geral das Nações Unidas, pela Resolução 60/7, de 1 de dezembro de 2005.

     A BE associou-se ao grupo de História e, durante a semana de 25 a 29 de janeiro, planificou algumas atividades conjuntas para assinalar a data: uma exposição, em painel afixado na Ala do Estudante, e um ciclo de cinema, contemplando a exibição dos filmes “O Rapaz do Pijama às Riscas”, “A lista de Schindler” e “O Pianista”.

     Por muito que nos custe a crer, assistimos a imagens de HORROR e DESUMANIDADE que reportam à realidade e não a ficção. De seres humanos (?)… para com outros seres humanos. Qualquer semelhança com situações mais recentes (que chegam até nós através de vários meios) talvez não sejam também apenas aparência nem mera coincidência. Em memória!..