Mês: Janeiro 2017

Sessão de Sensibilização – Tema: nutrição

Imagem Publicado em

nutricao

Anúncios

“Gostar de mim”

Publicado em

Hábitos Alimentares e Imagem Corporal

     Nos passados dias 23 e 26 de janeiro decorreram na EBS algumas sessões subordinadas aos temas “Hábitos Alimentares” e “Imagem Corporal”. Esta atividade resultou de uma articulação entre a Biblioteca Escolar e os Serviços de Psicologia e Orientação e contou com a colaboração de uma nutricionista, ex-aluna da nossa escola, Dra. Joana André.

img_1512

     Ainda no 1º período letivo convidamos algumas turmas de alunos do 8º e 9º ano de escolaridade a responder a um inquérito sobre a temáticas em estudo. Posteriormente, os dados resultantes das respostas ao mesmo foram sujeitos a uma análise e permitiram chegar a algumas conclusões. Os dados e respetivo relatório elaborado a propósito foram remetidos para os Diretores de Turma para poderem ser observados e sujeitos a reflexão.

     Mais tarde, nos dias 23 e 26 do corrente mês, foram realizadas algumas sessões na Biblioteca Escolar com as turmas destes níveis de escolaridade dinamizadas pela professora-bibliotecária, Lídia Correia, pela psicóloga escolar, Aurélia Bernardes, e pela nutricionista, Joana André.

img_1505

     A professora-bibliotecária introduziu a temática e projetou uma pequena filmagem de uma adaptação de um excerto do livro de Maria Teresa Maia Gonzalez, Dietas e Borbulhas (realização das professoras dinamizadoras do Clube de Leitura, Ideias e Cultura, professoras Lídia Correia e Rosa Caseiro, com o desempenho dos alunos Mariana Costa, Melissa Nogueira e Raul Sampaio, do 9ºA). Seguidamente, a psicóloga escolar salientou alguns dados resultantes da análise dos inquéritos, comentou alguns aspetos contemplados na filmagem e realçou alguns efeitos resultantes de problemáticas associadas à obesidade, à anorexia e à bulimia. Por fim, a Dra. Joana centrou a sua intervenção também em alguns dados resultantes da aplicação dos inquéritos e na importância de manutenção de uma dieta equilibrada, apresentando exemplos concretos de práticas alimentares correntes pouco aconselháveis e de alternativas mais salutares. Não foi descurada também a questão do consumo de álcool e respetivos efeitos nefastos bem como a importância de sabermos o que estamos a ingerir, dando atenção aos rótulos e composição de alguns produtos alimentares. Os alunos tiveram ainda a oportunidade de intervir e de esclarecer algumas dúvidas.

img_1508

     Em termos gerais e finais, todas as intervenções concorreram no sentido de reforçar a importância de cuidarmos do bem mais precioso que temos, o nosso corpo/a nossa saúde, contribuindo para hábitos saudáveis de vida e para o reforço positivo da nossa auto-estima.

     Estas ações serão ainda complementadas com uma sessão de sensibilização e formativa para a comunidade, pensando sobretudo em pais/encarregados de educação, pois sabemos que se todos congregarmos esforços no mesmo sentido, a probabilidade de alcançarmos os objetivos visados será, naturalmente, superior.

Todos Juntos Podemos Ler – Encontro nacional, Lisboa, 27 de janeiro, 2017

Publicado em

Valeu a pena, não só por esta comunicação, mas pelo conjunto do evento, com destaque as workshop da tarde, nomeadamente, “Livros ilustrados com o Tar Heel Reader – mais uma ferramenta de trabalho, que cruza as várias literacias (literacia da leitura, da informação e dos media, literacia digital e das novas tecnologias), a que os alunos, desde os primeiros anos de escolaridade devem ter acesso, com os docentes, os titulares de turma em articulação/trabalho colaborativo com a equipa da biblioteca escolar.

Pordata Kids

Publicado em

 A União Europeia através de números

No dia 19 deste mês decorreram, na nossa escola, algumas sessões de apresentação do site Pordata Kids, um projeto da Pordata e da Fundação Francisco Manuel dos Santos.

img_1494

Esta atividade resultou de uma articulação entre a disciplina de Matemática – 6º ano e a Biblioteca Escolar e foi dinamizada pelo formador José Pedro Silva, um dos representantes do projeto, para todas as turmas de 6º ano da nossa escola.

img_1491

As sessões tiveram como objetivo apresentar, de forma simples e apelativa, uma ferramenta permanentemente atualizada (preparada para telemóveis, tablets e computadores) que propicia informação rigorosa de interesse transversal a várias disciplinas e assuntos previstos nas metas curriculares, tais como a população, a economia, o ambiente, a saúde, a educação, o emprego, entre tantas outras temáticas da nossa sociedade. Decorreram de forma interativa e lúdica, uma vez que os alunos tiveram oportunidade de intervir, colocar questões e participar num jogo de conhecimentos.

img_1492

Esperamos também ter despertado o interesse e curiosidade dos nossos alunos, o que, pelas intervenções feitas nos leva a crer que sim, e motivado para a exploração do site e para a aquisição de mais saber.

Resultados da “Feira do Livro Usado” na EB de Sapataria

Publicado em

 

  1. A venda dos livros, gentilmente oferecidos por alunos-pais e professores, rendeu a quantia de 86 euros. Serão aplicados em benefício dos alunos.
  2. MAIS IMPORTANTE: a partilha a vários níveis. Inicialmente dos livros para a Feira. Ao longo da realização da actividade, em vários os momentos, os alunos, em pequenos grupos, leram e comentaram partes dos livros expostos. Foi, sem dúvida, muito gratificante!

leit-feira-livro-usado-sapatIsto é "ler só com o cérebro."

Muito obrigada a todos os que colaboraram nesta actividade da biblioteca escolar.

Resultados – Campanha Make a Wish

Publicado em Atualizado em

Realizar desejos

Em resultado da Campanha dinamizada no nosso Agrupamento de escolas, foi apurado um valor total de 409,19€ que já foi depositado na conta existente para o efeito em nome da Fundação Realizar um Desejo – Make a Wish Portugal.

A todos os que nela participaram, o nosso muito obrigado. Mais uma vez se prova, que mesmo com uma pequena contribuição, que tão pouco custa a cada um, se consegue quebrar a indiferença e a passividade e fazer alguma diferença.

O nosso desejo é e foi, acima de tudo, proporcionar alguma alegria a quem tanto dela carece. Oxalá se concretize e que o ano de 2017 lhes traga esperança e alento para cada dia.

Por parte da Fundação, recebemos o seguinte comunicado, que transcrevemos para conhecimento da comunidade educativa:

“O nosso agradecimento pelo facto do Agrupamento de Escolas Joaquim Inácio da Cruz Sobral se ter lembrado da Make-A-Wish neste…

View original post mais 207 palavras

“Gostar de mim”

Publicado em

Inquéritos e análise de resultados

Biblioteca Escolar e Serviço de Psicologia e Orientação

A prevalência de transtornos alimentares tem aumentado significativamente entre os adolescentes, com graves efeitos na saúde física e emocional.

O presente estudo pretendeu conhecer os hábitos alimentares e a perceção que os alunos têm acerca da sua imagem corporal no nosso contexto escolar específico.Para tal, foi elaborado um inquérito.

A partir dos resultados do mesmo, pretende-se realizar sessões de sensibilização junto das turmas que participaram no estudo, com a colaboração de uma nutricionista. A partir do conhecimento da nossa realidade em particular, e da leitura de um excerto de um livro sobre a temática, iremos fazer uma reflexão com os alunos sobre o impacto que os transtornos alimentares têm na vida dos adolescentes, quer ao nível da saúde física, quer os aspectos psicológicos e sociais associados.

O estudo incidiu sobre turmas do 8º e 9º anos de escolaridade. No total participaram no estudo 131 alunos, sendo 70 do sexo feminino (53%) e 61 do sexo masculino (47%). A idade dos alunos situa-se entre os 12 e os 17 anos, com uma média de 14 anos. A média do peso é de 57 Kg e a altura é de 1,64 cm.

Análise dos resultados do Inquérito

Hábitos Alimentares

  • A maioria dos alunos toma as refeições principais, pequeno-almoço (81%), almoço (96%) e jantar (98%). A percentagem de alunos que faz pequenos lanches entre as refeições é menor do que seria desejável. Saliente-se que a maioria toma o lanche da noite (78%).
  • O pequeno-almoço é tomado maioritariamente em casa (92%), bem como o almoço (53%).
  • Em média, os alunos demoram entre 15 a 30 minutos a almoçar (48%), apesar de 36% demorar o tempo máximo de 15 minutos.
  • A bebida consumida com maior frequência é água (64%).
  • Em relação à frequência do consumo de sopa, legumes e saladas e fruta em casa, destaca-se o seguinte: a maioria dos alunos consome sopa até 2 x por semana (37%) ou nenhuma vez (26%). O consumo de legumes e saladas é feito em média de 3 a 5 x por semana (40%) e até 2x por semana (30%). Apenas 49% consome fruta todos os dias em casa.
  • Em relação à frequência do consumo de sopa, legumes e saladas e fruta na escola destaca-se o seguinte: A maioria dos alunos não consome sopa diariamente (56%), um número significativo não consome legumes e saladas (38%), sendo que apenas 31% refere consumir até 2x por semana. Grande parte dos alunos não consome fruta na escola (44%).
  • Os alunos, no geral, referem que consomem pizza, hambúrguer e lasanha até 2x por semana (67%), bem como doces com a mesma frequência (47%).

Imagem Corporal

  • Metade dos alunos considera que o peso ou a forma do seu corpo influencia o que pensam ou sentem sobre si próprios (50%) e outra metade considera que não tem qualquer influência (50%).
  • 67% dos inquiridos sentem-se felizes com o seu aspeto físico e contentes com o seu peso e forma do corpo (64%)
  • Grande parte dos alunos (93%) refere não fazer nada para aumentar o peso nem para diminuir o peso (67%).
  • A maioria (61%) não sente vontade de estar sempre a comer, não faz dietas drásticas para perder peso (89%), não ficam grande parte do dia sem comer para perder peso (91%), nem provocam o vómito para perder peso (98%).
  • 58% dos alunos pratica uma modalidade desportiva fora do contexto escolar.
  • 64% dos alunos percecionam o seu peso como “normal”.
  • Em relação à imagem que consideram ter (imagem percepcionada como real) e à imagem que gostariam de ter (imagem desejada), a maioria situa-se na imagem 3 da figura (27%) e 4 (29%), sendo também estas as imagens que desejavam ter (figura 3 com 41% e figura 4 com 31%). Contudo, enquanto 56% considera que a sua imagem corresponde a esses parâmetros desejados, 72% gostaria de corresponder, depreendendo-se, por parte de uma percentagem de alunos neste intervalo (16%), uma expetativa não correspondida na mesma medida.

imagem-corporal

Conclusões

Tendo em conta que é no contexto de casa que os alunos tomam as suas principais refeições, e sabendo que os hábitos alimentares dos pais têm uma grande influência nos hábitos alimentares dos filhos, daqui sobressai a importância desses para que os filhos tenham uma alimentação adequada e comportamentos promotores de saúde física e emocional.

Neste sentido, considera-se que a educação parental é essencial na prevenção dos transtornos alimentares e problemas psicológicos associados. Como tal, importa intervir não só junto dos alunos, mas fundamentalmente junto dos encarregados de educação para informar e sensibilizar para esta temática. Neste âmbito, irá realizar-se uma ação de sensibilização para os encarregados de educação e comunidade em geral, no dia 18 de Fevereiro, pelas 16h, no Auditório da Câmara Municipal, para a qual convidamos todos os interessados a estarem presentes.